Home » Notícias » Institucional » MPRN 130 anos: comemoração começa com congresso interno sobre inovação

MPRN 130 anos: comemoração começa com congresso interno sobre inovação

Share on whatsapp
Compartilhar
Share on print
Imprimir
Share on twitter
Share on facebook
Share on email

Na noite desta quinta-feira (9), haverá uma sessão solene no Teatro Alberto Maranhão

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deu continuidade às comemorações alusivas ao seu aniversário de 130 anos. Nesta quinta-feira (9), integrantes da instituição se reuniram no auditório da sede do MPRN em Natal para prestigiar o Congresso: Inovação e Resolutividade no Ministério Público.

A procuradora geral de Justiça do MPRN, Elaine Cardoso, deu as boas-vindas e falou da satisfação do reencontro presencial. “Estamos hoje buscando celebrar, discutir, ouvir e contribuir para os temas que estão na ordem do dia para o bom desenvolvimento da missão institucional. É um momento de fomento à discussão rica de ideias para discutir os rumos da instituição”, afirmou.

Durante a solenidade, a PGJ assinou o termo de adesão do MPRN como signatário do planejamento nacional estratégico do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

Em seguida, o presidente do Conselho Nacional de Corregedores-Gerais do Ministério Público (CNCG), Cláudio Wolff Harger, parabenizou a instituição, dizendo que esse congresso é um marco importante para a continuidade do MP.

“Que venham mais 130 anos”, expressou a corregedora-geral do MPRN, a procuradora de Justiça Iadya Gama Maio, ressaltando que os membros precisam ter orgulho da instituição e entender a missão que têm perante a sociedade. Na ocasião, a corregedora-geral falou da memória do promotor Manoel Alves Pessoa Neto: “ele é um exemplo de atuação, uma luz que vai estar sempre nos guiando”.

Palestras

O primeiro painel, “A inovação no âmbito do Ministério Público como instrumento indispensável para o alcance de uma atuação eficiente”, foi conduzido pelo conselheiro do CNMP e promotor de Justiça (MPDFT), Moacyr Rey Filho.

O ministrante falou como um projeto de governança de dados e transformação digital no Ministério Público demanda que se conheça a realidade social para que a instituição esteja próxima à sociedade e aos gestores públicos e que leve a experiência do cidadão em conta. Ou seja, entender o que a sociedade espera do MP e direcionar a atuação.

Dentro desse cenário há a transformação digital necessária para o Ministério Público. De acordo com Moacyr Rey Filho, isso perpassa por uma mudança comportamental/cultural, pela liderança de pessoas (e não da tecnologia) e da tomada de decisão baseadas em dados (estabelecendo uma cultura analítica).

“Práticas institucionais na área da inovação no âmbito dos Ministérios Públicos”, foi o segundo painel, envolvendo palestras dos promotores Mariano Paganini Lauria Promotor de Justiça (MPRN), Caroline Vaz Promotora de Justiça (MPRS), Paulo César Zeni (MPMS), Hugo Frota Magalhães Porto Neto (MPCE) e Daniel Lima Ribeiro (MPR).

Encontro de Gestão de Pessoas do Nordeste

Dentro da programação alusiva aos 130 anos do MPRN, também foi realizado nesta quinta-feira o I Encontro de Gestão de Pessoas dos Ministérios Públicos do Nordeste. O evento reúne integrantes da área de gestão de pessoas dos MPs e tem por objetivo a troca de experiências entre várias instituições.

O MPRN apresentou aos participantes o planejamento estratégico da instituição, norteador de ações e projetos da Diretoria de Gestão de Pessoas, bem como os eixos temáticos trabalhados pela DGEP, como a gestão de carreira do servidor, a gestão de desempenho e reconhecimento, a gestão da integração e movimentação, a gestão do clima organizacional e conflitos internos, a gestão da saúde e bem-estar e os processos internos e de suporte à gestão de pessoas.

O Encontro de Gestão de Pessoas dos Ministérios Públicos do Nordeste permitiu o intercâmbio dos projetos e experiências entre os MPs e promoveu reflexões sobre a nossa atuação e assuntos atuais. Tivemos a adesão de praticamente 100% dos MPs, que enviaram seus representantes de GP para o encontro. Hoje foram apresentadas experiências do MPRN, com Teletrabalho, produtividade, planejamento estratégico de GP, ações de acompanhamento e qualidade de vida. O MPBA trouxe a experiência de QVT, já o MPCE trouxe a Gestão por competências. Amanhã (10), trataremos de saúde mental e análise e alfabetização de dados. Além da agenda propositiva”, explicou a diretora de gestão de pessoas do MPRN, Ediane Dantas.

Sessão solene dos 130 anos

Na noite desta quinta-feira (9), haverá uma solenidade no Teatro Alberto Maranhão com o lançamento de publicação referente aos 130 anos do MPRN e o percurso das mulheres na instituição, a exibição de documentários sobre os 130 anos e as vidas impactadas pela atuação ministerial, a entrega de comendas e a exposição do memorial.

Programação do segundo dia de congresso

O congresso continua nesta sexta-feira (10), com a seguinte programação:

9h PAINEL 1:
Reflexões sobre um Ministério Público Resolutivo: principais obstáculos e possibilidades
PALESTRANTE: Paulo Cezar dos Pasos
Conselheiro do CNMP e Procurador de Justiça do MPMS
MEDIADOR: Guglielmo Marconi Soares de Castro, Promotor de Justiça (MPRN)

10h30 Intervalo

11h PAINEL 2: Os novos desafios da função investigatória do MP no contexto das redes sociais
PALESTRANTE: João Paulo Santos Schoucair, Promotor de Justiça (MPBA)
MEDIADOR: Vinícius Lins Leão Lima
Promotor de Justiça (MPRN) DEBATEDORA: Anna Ruth Dantas, Jornalista

13h Encerramento

Veja fotos do dia:













Share on whatsapp
Compartilhar
Share on print
Imprimir

Notícias Recentes

Ir para o topo
Skip to content