Home » Notícias » Portal » Portal - Notícias » MPRN participa de audiência para debater estratégias de combate ao coronavírus

MPRN participa de audiência para debater estratégias de combate ao coronavírus

Compartilhar
Imprimir

Instituições buscam se antecipar e elaborar plano para eventuais casos no Estado
 

 
O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) discutiu com diversas instituições, em audiência pública realizada pela Assembleia Legislativa (ALRN), a forma como o Rio Grande do Norte está se preparando para atender casos de coronavírus. A ideia é que os órgãos busquem se antecipar e elaborar plano para eventuais casos no Estado.
 
 
Além do MPRN, debateu o tema “Coronavírus e RN: Estamos Preparados?” na audiência, representantes do Atendimento Móvel de Urgência e Emergência Samu; da Capitania dos Portos, da Coordenação de Vigilância Sanitária de Portos, Aeroportos, Fronteiras e Recintos Alfandegados do RN; Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica da Sesap; do Corpo de Bombeiros Militar do RN, do Laboratório Central (Lacen); do Departamento de Infectologia da UFRN e do Hospital Giselda Trigueiro; e da Companhia Docas do RN (Codern). 
 
As providências que estão sendo adotadas pela Secretaria de Saúde Pública do Estado (Sesap) e pela Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS), para a situação de o Estado vir a ter pacientes infectados pelo vírus mencionado, integram um inquérito civil instaurado pela 62ª Promotoria de Justiça de Natal. 
 
O procedimento foi instaurando após reunião do gabinete de crise da SMS/Natal, realizada em 29 de janeiro de 2020, no Centro de Controle de Zoonoses. Na ocasião, a diretora do Departamento de Vigilância Sanitária da SMS/Natal, Juliana Bruna de Araújo, prestou alguns esclarecimentos em relação ao coronavírus, assim como enviou para a representante ministerial uma nota técnica elaborada sobre o assunto. 
 
A unidade ministerial expediu ofícios para a Sesap e para a Codern, solicitando cópia de atas de reuniões em que cada órgão discutiu ações estratégicas de combate ao coronavírus. O MPRN também requereu informações sobre as eventuais medidas de quarentena que estão sendo adotadas em relação aos residentes no Estado que estão retomando de viagens da China.
Compartilhar
Imprimir

Notícias Recentes

Pular para o conteúdo