Home » Notícias » Portal » Portal - Notícias » MPRN destaca “pensar em desenvolvimento” durante Seminário

MPRN destaca “pensar em desenvolvimento” durante Seminário

Compartilhar
Imprimir

Participando do Motores do Desenvolvimento, que terá edição sob responsabilidade do Ministério Público no segundo semestre, procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis, ressaltou que é preciso “vencer a crise crescendo, vendo nosso potencial”


    O Procurador-Geral de Justiça (PGJ), Rinaldo Reis Lima, participou nesta segunda-feira (4), no Holiday Inn Natal Hotel, do seminário Os Motores do Desenvolvimento do Rio Grande do Norte. A instituição entrou como parceira entre os realizadores – Fecomércio/RN, Fiern, UFRN, Tribuna do Norte e RG Salamanca Investimentos – e terá a incumbência de promover a próxima edição do evento, no segundo semestre.

    Para o PGJ, o evento é de fundamental importância para que se volte a pensar em crescimento, principalmente neste momento em que o debate gira predominantemente em torno de política. “Precisamos vencer a crise crescendo, vendo nosso potencial e o MPRN entra como parceiro para poder conciliar, dialogar e chegar a consensos e associando isso ao desenvolvimento”, destacou.

    Sobre a inclusão do MPRN entre os realizadores do seminário, o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern), Amaro Sales, disse que a Instituição já vem buscando resolver os diferentes problemas que o Estado enfrenta e que por isso é importante trazê-la para dentro do processo de discussão do desenvolvimento do RN.

    Palestrante do evento, o diretor do Departamento de Políticas de Comércio e Serviços do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Douglas Finardi Ferreira, comentou que “trata-se de uma alinhamento importante e no qual o MPRN pode colaborar não apenas com o evento, mas com ações que depreendam dele”.

    O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do RN (Fecomércio/RN), Marcelo Queiroz, lembrou que esta é a 27ª edição e que ao longo de sua existência, o Seminário Motores do Desenvolvimento vem agregando entidade e instituições com o objetivo de ampliar o debate, com o objetivo de impulsionar o Estado. Nesta perspectiva, afirmou que o MPRN vem somar ao evento.

    Nesta mesma linha de pensamento, a reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ângela Paiva disse que foi consultada sobre a participação do Ministério Público no seminário e que considera de alta relevância essa inclusão. “Discutimos aqui o desenvolvimento de setores públicos e privados, a realidade da economia, o desenvolvimento social e humano. O MPRN conhece os desafios do Estado e vai agora acompanhar de mais perto essa discussão e projetos com mais clareza que podem auxiliar a sua própria atuação”, frisou.
    Já a editora executiva da Tribuna do Norte, Cledivânia Pereira, lembrou que o evento já contava com entidades do setor produtivo e do meio acadêmico. Agora, segundo ela, o MPRN representa um olhar diferenciado do ponto de vista legal. “Estão todos com o mesmo ideal, que é o bem comum do Rio Grande do Norte”, disse.

O seminário

    O seminário abordou o tema “Comércio e Serviços do RN: qual a o futuro da base da nossa economia?” e contou com palestras e debates. A primeira ficou a cargo de Douglas Finardi Ferreira, que falou sobre “Estratégias do Governo Federal para estimular o setor de comércio e serviços”.

    Em seguida, o presidente do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), João Eloi Olenike, discutiu “Como o arcabouço tributário e fiscal brasileiro sufoca o setor de comércio e serviços no país e no RN”. A palestra “O tamanho e a importância do setor de comércio e serviços na economia potiguar e do Brasil” fechou o primeiro bloco do evento, com a coordenadora de Contas Nacionais do IBGE, Rebeca Palis.

    O segundo momento do seminário foi dedicado a um debate entre palestrantes, mediado pelo presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz. Na programação ainda teve a participação do empresário, fundador e diretor presidente do Grupo Pague Menos, Francisco Deusmar de Queirós, a respeito da questão do comércio varejista e as mudanças que o novo consumidor está impondo.   

Compartilhar
Imprimir

Notícias Recentes

Pular para o conteúdo