Home » Notícias » Portal » Portal - Notícias » MP lança sistema de videoconferência com transmissão simultânea

MP lança sistema de videoconferência com transmissão simultânea

Compartilhar
Imprimir

Ferramenta foi apresentada a parceiros e disponibilizada para uso por vários órgãos e instituições


O Ministério Público Estadual apresentou na manhã desta quinta-feira (9), com transmissão simultânea do Plenário da Procuradoria-Geral de Justiça, em Candelária, para outras unidades da Instituição e o interior do Estado, sua ferramenta de videoconferência. “É uma ferramenta que proporciona uma interação e integração muito grande, vai facilitar nossa atuação e pode ser usado também por todos vocês. Julgamos importante esse breve momento para apresentar as possibilidades da tecnologia”, destacou o Procurador-Geral de Justiça, Rinaldo Reis Lima.

Considerado um instrumento que vai contribuir para agilizar o trabalho, a videoconferência foi lançada oficialmente em transmissão que contou com participação de representantes do Tribunal de Justiça, Defensoria Pública, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Governo do Estado.

O Procurador-Geral de Justiça explicou que o sistema de videoconferência adquirido pelo MPRN é uma solução da empresa Polycom, que já conta com 240 pontos interligados, entre unidades localizadas no interior do Estado e na Capital, salas físicas de videoconferência e gabinetes de Promotores e Procuradores de Justiça.

Durante o lançamento da videoconferência, foi realizada a transmissão simultânea interligando a Chefia de Gabinete, Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF), Gabinete de Segurança Institucional (GSI), e Promotoria Regional de Mossoró, numa demonstração da ferramenta adquirida com licença de uso para até 500 pontos.

A nova percepção de proximidade foi um ponto destacado pelo Chefe de Gabinete da PGJ, Promotor de Justiça Alexandre Frazão. “O Ministério Público Estadual tem quase 70 prédios e essa distância foi abolida para a troca de informações e tomada de decisões. Com apenas dois cliques, da sua sala de trabalho você fala ao vivo com colegas em todo o Estado, e isso tem estimulado muito o contato”, ressaltou.

Ele deu o exemplo de reuniões para acompanhamento de perícias demandadas para a instrução de procedimentos extrajudiciais. Segundo ele, hoje se controla o atendimento de prazos de qualidade na resposta às solicitações de perícia por videoconferência, pois se uniu virtualmente todos os coordenadores de Caops e do Nate Mossoró em uma sala virtual e avalia-se como está a prestação o serviço para os membros e quais as medidas adequadas para diminuir os prazos de resposta, em benefício da rapidez da instrução dos procedimentos extrajudiciais. “É uma revolução comunicacional em curso”, orgulha-se.

Para o coordenador do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Promotor de Justiça Alysson Michel de Azevedo Dantas, a segurança do sistema de videoconferência é um aspecto que chama atenção e estimula o uso da ferramenta. Ele lembra que para uma reunião entre dois ou três Promotores de Justiça, por exemplo, é possível a utilização de salas virtuais com senhas de acesso e a transmissão de dados criptografada.

O coordenador do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF), Promotor de Justiça André Mauro Lacerda Azevedo, classificou a aquisição da ferramenta como um sonho realizado. Ele informou que no ano passado, o CEAF ofereceu mais de 1 mil horas de cursos e capacitações, sendo no máximo 20% desse montante disponibilizado também para integrantes do MPRN lotados no interior do Estado.

A expectativa é que com a nova ferramenta, toda capacitação ofertada aos membros e servidores na Capital possa ser ofertada também para aqueles que estão nas demais cidades do Rio Grande do Norte. “Essa realidade muda completamente, pois a gente que trabalha com capacitação vai poder oferecer praticamente todos os eventos, validando a presença e emitindo certificados”, comemorou.

O Promotor de Justiça Fábio Weimar Thé, Coordenador da Promotoria Regional de Mossoró, que antes do lançamento da videoconferência concedeu a primeira entrevista a uma emissora de TV por um membro do Ministério Público Estadual através da ferramenta, destacou o sentimento de maior proximidade com a administração. “É uma ferramenta que veio para ficar. É como se estivéssemos mais próximo de vocês. Coomo se de repente todas as unidades estivessem em um mesmo local físico e isso é fantástico”, comentou.

O Juiz auxiliar da Presidência do Tribunal de Justiça, Francisco Seráphico da Nóbrega Coutinho, cumprimentou o MPRN pela iniciativa. “Facilita a promoção da Justiça. Se ganha em redução de custos, de tempo e aumento da eficiência”, disse.

A Corregedora-Geral do MP, Maria de Lourdes Medeiros Azevedo, também parabenizou pela iniciativa da aquisição da ferramenta. “Trará resultados na atuação da Instituição”, comentou.

A Procuradora do Estado Ana Cláudia Bulhões Porpino de Macêdo, representando o Governador do Estado, agradeceu o convite para o lançamento da videoconferência e, principalmente, a possibilidade de disponibilização da ferramenta.

O Corregedor da Defensoria Pública Estadual, Clístenes Gadelha, também manifestou interesse na possibilidade de fazer uso da ferramenta apresentada pelo MPRN. “Sentimos uma inveja branca de vocês. Parabéns por mais esse avanço”, disse.

Sistema de videoconferências

A primeira etapa do projeto foi concluída e consiste na implementação de conexão entre todos os gabinetes de Promotores e Procuradores de Justiça além dos gestores. Cada unidade dessas recebeu um kit composto por câmera web HD e fone de ouvido. Para um segundo momento, a proposta da Administração é estender o serviço para outros atores da Instituição.

Também foram montadas seis salas físicas para videoconferência com monitores de televisão com qualidade HD, o que permite a realização de cursos e de reuniões com mais participantes ao mesmo tempo, conectados à distância com outros pontos. À exemplo do Plenário da PGJ, da sala de aulas do CEAF e da Promotoria Regional em Mossoró, interligadas na transmissão de hoje, para apresentação da videoconferência.

Palestra

Na sexta-feira (10), o sistema de videoconferência será novamente utilizado com a realização da palestra “Meios de Ataque e de Defesa e a Prova no Processo Civil Coletivo” pelo professor Araken de Assis com graduação em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, especialização em Direito Processual Civil pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, mestrado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e doutorado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Compartilhar
Imprimir

Notícias Recentes

Pular para o conteúdo