Home » Notícias » Portal » Portal - Notícias » Capacitação prepara profissionais de Parnamirim para lidar com gestantes que desejam entregar criança para adoção

Capacitação prepara profissionais de Parnamirim para lidar com gestantes que desejam entregar criança para adoção

Compartilhar
Imprimir
Ação faz parte do programa Entrega Responsável, do qual o MPRN é signatário
 

 
Preparar os profissionais da rede de atendimento da criança e do adolescente em Parnamirim para atender as gestantes no exercício do direito à entrega legal de crianças para adoção, dando suporte social, psicológico e jurídico. Esse foi o objetivo da capacitação promovida em parceria pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), a Vara da Infância e da Juventude do Município e a Prefeitura de Parnamirim. O curso acontece nestas quinta (6) e sexta-feira (7), no auditório do Fórum da cidade.
 
 
A iniciativa faz parte do programa Entrega Responsável, fruto de esforços conjuntos de diversas instituições que firmaram um termo de cooperação técnica. É foco do programa o desenvolvimento de ações que viabilizem a oferta de suporte social, psicológico e jurídico às gestantes e mães para que exerçam com responsabilidade as obrigações decorrentes do poder familiar, como também para o exercício do direito à entrega legal de crianças para adoção, através da implantação desse programa. 
 
Além do MPRN (através da 2ª Promotoria de Justiça de Parnamirim), do Tribunal de Justiça do Estado/TJRN (através da Vara de Infância, Juventude e Idoso de Parnamirim) e da Prefeitura (através das secretarias municipais da Saúde e da Assistência Social, Habitação e Regularização Fundiária), estão comprometidos com o programa a Defensoria Pública do Estado, a Maternidade Divino Amor, a Câmara Municipal de Vereadores e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. 
 
“Firmamos um instrumento valioso para a garantia do direito à convivência familiar das crianças e adolescentes de Parnamirim, pois visa através de ações possibilitar a mulher o exercício responsável do papel parental. Dar suporte psicossocial e jurídico à mulher para desempenhar a função maternal de forma desejosa e não impositiva por questões de ordem cultural e/ou socioeconômica é nosso maior objetivo” destacou a promotora da Infância e da Juventude de Parnamirim, Isabelita Garcia. 
 
A representante ministerial destacou que a prática profissional deverá pautar-se na compreensão de que dar à luz não torna a mulher mãe: “o laço de maternidade é sobretudo psicológico, da essência da alma, enquanto o ato de dar à luz é puramente biológico. O sentimento de ser mãe não é gerado em conjunto com o desenvolvimento da criança desde o período uterino até o nascimento. É preciso se sentir mãe. Não devem existir dúvidas. As gestações duvidosas e às vezes dolorosas para algumas mulheres são traumáticas, considerando aspectos econômico, social e religioso.”. 
 
Nesse contexto, a promotora explicou que o maior desafio é entender o conceito vigente de maternidade, impregnado de vários fatores e encargos ao longo dos anos como enxergar a mulher como a única responsável por esse laço de parentesco. Isabelita Garcia ainda destacou que o resultado da maternidade é produto da mãe e do pai biológicos, porém, nunca teve peso igualitário entre ambos. “As mulheres foram formando e aceitando o conceito da obrigatoriedade de aceitar essa missão enquanto o homem sempre esteve amparado por um sistema que penaliza muito mais a mulher.”, acrescentou. 
 
Assim, é meta do Programa Entrega Responsável buscar olhar para a mulher que deseja entregar a criança para adoção com respeito e compreensão, sem questionamentos e julgamentos, visando sembre o bem-estar dela e da criança. 
 
A implantação do programa viabilizará aos órgãos de acolhimento e assistência às mulheres e às crianças darem oportunidade de uma nova vida aos atores do processo de adoção: doadora, criança e adotante. E que durante esse processo sejam todos assistidos por pessoas responsáveis e comprometidas com o bem-estar físico e mental das partes envolvidas.
 
Compartilhar
Imprimir

Notícias Recentes

Pular para o conteúdo