Home » Notícias » Portal » Portal - Notícias » Prêmio CNMP reconhece os melhores projetos e boas práticas no MP

Prêmio CNMP reconhece os melhores projetos e boas práticas no MP

Compartilhar
Imprimir

MPRN foi premiado entre os 24 projetos vencedores, em oito categorias; foi terceiro na categoria Comunicação e Relacionamento, com projeto Notícia Cidadã

Mais de duzentas pessoas acompanharam na tarde da última terça-feira, 6/8, a solenidade de entrega do Prêmio CNMP. Conselheiros e ex-conselheiros do CNMP, Procuradores-Gerais de Justiça, membros e servidores do Ministério Público e outras autoridades marcaram presença na primeira edição do Prêmio CNMP, criado para dar visibilidade aos programas e projetos do Ministério Público brasileiro que mais se destacaram na concretização dos objetivos do Planejamento Estratégico Nacional do Ministério Público.
 

Das 414 iniciativas concorrentes, 24 foram contempladas com primeiro, segundo e terceiro lugar nas seguintes categorias: Defesa dos Direitos Fundamentais; Transformação Social; Indução de Políticas Públicas; Diminuição da Criminalidade e Corrupção; Unidade de Eficiência e Atuação Institucional e Operacional; Comunicação e Relacionamento; Profissionalização da Gestão; e Tecnologia da Informação. Além disso, 11 projetos mereceram menção honrosa.
 

Receberam o prêmio os gestores dos projetos e os respectivos Procuradores-Gerais. Os primeiros lugares falaram durante a solenidade, representando todos os premiados na categoria.
 

O Ministério Público do Rio Grande do Norte recebeu a premiação entre os 24 projetos vencedores, em oito categorias do Prêmio do Conselho Nacional do Ministério Público. Foi o terceiro colocado na categoria Comunicação e Relacionamento, com o projeto Notícia Cidadã, um projeto institucional do MPRN, de relacionamento com a imprensa.
 

Durante a premiação, a presidente da Comissão de Planejamento Estratégico do CNMP, conselheira Claudia Chagas, explicou que o prêmio encerra mais uma etapa do Planejamento Estratégico Nacional do Ministério Público para o período de 2011-2015, desenvolvido a partir de uma grande articulação entre as unidades do Ministério Público, sob a coordenação do Conselho. "O Planejamento Estratégico Nacional foi um projeto inédito e ambicioso, uma vez que buscou a convergência e a autuação integrada do Ministério Público, sem violar autonomia das instituições e independência funcional de procuradores e promotores. O objetivo foi dialogar para encontrar as prioridades do Ministério Público brasileiro", disse ela.
 

A elaboração do planejamento incluiu enquetes, entrevistas e eventos regionais em todo o Brasil, com a participação de centenas de pessoas. "Com essa grande parceira, construímos o Mapa Estratégico do Ministério Público brasileiro, que mostra para a instituição e para a sociedade brasileira quais são as prioridades do Ministério Público". Na segunda etapa, foi criado o Banco Nacional de Projetos, ferramenta de compartilhamento de boas práticas e de projetos bem sucedidos. O prêmio reconhece as melhores iniciativas, alinhadas com os objetivos do Planejamento Estratégico Nacional. "Todos os 414 projetos participantes merecem nosso agradecimento e homenagem. Não foi fácil chegar aos vencedores", diz ela. A lista de vencedores foi elaborada por Comissão Julgadora, conforme regulamento.
 

O corregedor nacional do Ministério Público, Jeferson Coelho, encerrou a solenidade de premiação, representando o presidente do CNMP, Roberto Gurgel. Ele parabenizou os vencedores e a equipe de organização do Prêmio CNMP. "É um prêmio simbólico, mas de grande importância. É um reconhecimento para atividades de grande relevância social ou institucional", disse. Segundo ele, boas práticas têm a capacidade de potencializar a atuação da instituição. "Uma única ação bem sucedida, desenvolvida por um membro do Ministério Público, poderá ser replicada pelos mais de 12 mil membros em todo Brasil, com grande impacto social", concluiu.
 

Veja aqui a galeria de fotos da entrega do Prêmio.
 

Conheça aqui, em detalhes, todos os projetos vencedores.

*Com informações do CNMP.

 

Compartilhar
Imprimir

Notícias Recentes

Pular para o conteúdo