Home » Notícias » Portal » Portal - Notícias » MP quer que Justiça determine reparos na Ponte Newton Navarro

MP quer que Justiça determine reparos na Ponte Newton Navarro

Compartilhar
Imprimir

CREA e Capitania dos Portos apontam várias irregularidades na estrutura; a ponte apresenta necessidade urgente de dispositivos adequados de proteção

A 41ª Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente da Comarca de Natal, por meio de seu Promotor de justiça, João Batista Machado, ajuizou ação civil pública contra o Estado do Rio Grande do Norte e Município de Natal, para promover os reparos necessários ao bom funcionamento da ponte Newton Navarro.
 
O 41º Promotor instaurou Inquérito Civil Público para apurar os fatos a partir de informações da Capitania dos Portos veiculadas em jornal local, afirmando que a ponte apresenta necessidade urgente de instalação de dispositivos adequados de proteção  contra a colisão de navios. 
 
Além disso, conforme apurado junto ao CREA, a Ponte Newton Navarro possui 17 notificações lavradas pela fiscalização do Conselho, tendo a tramitação dos respectivos processos culminado na emissão de petição judicial contra o consórcio construtor do empreendimento.
 
O Ministério Público do Estado requereu na ação a concessão de liminar que determine aos réus a promoção imediata dos reparos necessários no sistema de iluminação aérea e sinalização da Ponte Newton Navarro, conforme laudo da Capitania dos Portos, e ainda promover o reparo de todos os demais itens da Ponte apontados pelo CREA como avariados,desgastados ou tecnicamente irregulares.
 
CLIQUE AQUI  e confira a ação na íntegra.
 
 
Compartilhar
Imprimir

Notícias Recentes

Pular para o conteúdo