Home » Notícias » Portal » Portal - Notícias » Caraúbas: MP recomenda suspensão da venda de água extraída em poços

Caraúbas: MP recomenda suspensão da venda de água extraída em poços

Compartilhar
Imprimir

A Vigilância Sanitária constatou, através de análise, a existência de elementos que tornam o consumo impróprio para o ser humano

O Ministério Público Estadual, através da Promotoria de Justiça da Comarca de Caraúbas, expediu recomendação à Secretaria Municipal de Saúde, onde prevê a adoção imediata de providências objetivando a suspensão da venda da água extraída de poços localizados no Km 101, zona rural da cidade.

De acordo com a perícia técnica responsável pela análise das amostras recolhidas pela Vigilância Sanitária, foi detectada a existência de elementos que tornam o consumo impróprio, oferecendo risco à saúde da população que consome o produto.

O MP recomenda também que relativamente à água retirada de poços localizados no assentamento Primeiro de Maio, cujos laudos de análise consideraram satisfatória a qualidade do produto, a Secretaria Municipal de Saúde deverá adotar as medidas necessárias para regularizar a situação da venda, mantendo registro com dados atualizados sobre o fornecedor e sobre a fonte de água.

A Secretaria deverá informar a população, de maneira ostensiva, as irregularidades apontadas na qualidade da água extraída de poços da zona rural, disponibilizando em locais públicos os resultados obtidos nas análises realizadas pela Vigilância Sanitária. O município terá prazo de dez dias úteis para encaminhar à Promotoria de Justiça a comprovação de atendimento à recomendação, sob pena de medidas judiciais e extrajudiciais cabíveis.

 

Compartilhar
Imprimir

Notícias Recentes

Pular para o conteúdo