Home » Notícias » Portal » Portal - Notícias » Parnamirim: Inquérito Civil vai investigar Abrigo de idosos

Parnamirim: Inquérito Civil vai investigar Abrigo de idosos

Compartilhar
Imprimir

A denúncia foi feita pela Vigilância Sanitária do Município

“O Conselho Municipal do Idoso ou o Conselho Municipal da Assistência Social estabelecerá a forma de participação prevista no § 1o (cobrança para custeio), que não poderá exceder a 70% de qualquer benefício previdenciário ou de assistência social percebido pelo idoso (Lei Nº 10.741 – Estatuto do Idoso)”. Essa é determinação que, segundo reclamações encaminhadas à Promotoria de Justiça de Parnamirim, estaria sendo desrespeitada no Abrigo Lar Espírita Alvorada Nova.

Para averiguar a procedência ou não das denúncias a Promotora de Justiça Tatiana Kalina Macêdo Chaves instaurou um Inquérito Civil Público.

O Estatuto do Idoso determina que a as instituições de atendimento devem fazer um contrato por escrito com o idoso para especificar o tipo de atendimento, os direitos e os deveres de cada parte assinante do contrato e os preços cobrados pela instituição, caso seja cobrado algum valor.

O MP foi noticiado por parte da Vigilância Sanitária do próprio município de Parnamirim que o abrigo não vem realizando um trabalho em acordo com a legislação. Com isso, a Promotora de Justiça entende ser necessária uma avaliação de toda a documentação do abrigo e principalmente aqueles que dizem respeito aos acordos com os idosos.
 

Compartilhar
Imprimir

Notícias Recentes

Pular para o conteúdo