Home » Notícias » Portal » Portal - Notícias » Carteiras de Estudante devem ser fornecidas sem burocracia

Carteiras de Estudante devem ser fornecidas sem burocracia

Compartilhar
Imprimir

Instaurada pelo Promotor de Justiça José Augusto Peres Filho, Ação Civil Pública cobra melhorias nos serviços oferecidos aos estudantes

O atraso na confecção e emissão das carteiras de estudante, as constantes falhas no Sistema de Cadastramento de Estudantes e a má prestação do serviço de venda de passes estudantis são alvo de uma Ação Civil Pública instaurada pelo Promotor de Justiça de Defesa do Consumidor José Augusto Peres Filho.

A Ação é fruto de denúncias feitas pela Federação Estadual das Entidades Estudantis do Estado do Rio Grande do Norte, que apontou descaso por parte da Prefeitura de Natal e do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano e de Passageiros do Município de Natal (SETURN).

Segundo o documento, “a falta de organização no procedimento causa prejuízos e lentidão na aquisição das carteiras estudantis, principalmente com relação aos alunos que têm seus cadastros suspensos, ainda matriculados em escolas ou universidades”.

Com a Ação, a SEMOB deve disponibilizar as carteiras de estudante 2011 a todos os estudantes da rede municipal, sem burocracia ou falhas no documento. Além disso, o SETURN deverá liberar a compra da meia passagem, através de declaração fornecida pelas escolas, até que o Sistema de Cadastramento de Estudantes funcione normalmente. A multa diária pelo descumprimento da Ação é de R$ 20 mil.

Desde 2008, a temática é discutida pela 24ª Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor através de audiências com os órgãos competentes. Contudo, as soluções apresentadas pela então Secretaria de Transporte e Trânsito Urbano (STTU), atual Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (SEMOB), não foram postas em prática.

 

 

Veja AQUI a Ação Civil Pública

Compartilhar
Imprimir

Notícias Recentes

Pular para o conteúdo