Home » Notícias » Portal » Portal - Notícias » Promotora avalia impacto do descredenciamento da clínica Santa Maria

Promotora avalia impacto do descredenciamento da clínica Santa Maria

Compartilhar
Imprimir

A reunião acontece hoje, 16, às 15h na sede da Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde

A Promotora de Justiça de Defesa da Saúde Kalina Filgueira se reúne hoje, 16, com representantes da Secretaria Municipal de Saúde e do Hospital João Machado para discutir as implicações do descredenciamento de 100 leitos do SUS da Clínica Psiquiátrica Santa Maria, recomendado por ela em dezembro de 2010.

“A nossa preocupação é avaliar o impacto que o descredenciamento desses leitos vai causar na rede, tendo em vista a situação atual de lotação do Hospital João Machado”, esclarece Kalina Filgueira. A reunião é fechada e acontece na Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde às 15h.

A recomendação da Promotora de Justiça para se baseou nas constatações feitas durante uma inspeção, acompanhada do Conselho Regional de Medicina e do Conselho Regional de Enfermagem. Na visita foi constatada precariedade em vários setores, tanto na ala masculina, quanto na feminina. Os colchões estavam rasgados, os lençóis em péssimo estado, a existência de cupim em algumas, os quartos são escuros e sem ventilação, falta acessibilidade etc.

além disso, no pronto-socorro não tem a medicação de urgência e emergência adequada; a visita médica não é diária, assim a medicação é repetida sem prescrição; a limpeza da clínica é deficitária; o refeitório central é higienizado pelos mesmos funcionários que preparam a alimentação; as pias dos banheiros não tem água, sabão nem papel; no pátio onde é feito o banho de sol, pacientes ficam sentados no chão, por falta de bancos; e há lixo acumulado.
 

Compartilhar
Imprimir

Notícias Recentes

Pular para o conteúdo