Home » Notícias » Portal » Portal - Notícias » MP investiga recusa de matrícula para criança com deficiência

MP investiga recusa de matrícula para criança com deficiência

Compartilhar
Imprimir

Caso acontece em Jucurutu e a Diretora da escola alegou despreparo dos professores para lidar com a deficiencia

Recusar a inscrição de aluno em estabelecimento de ensino constitui crime punível com reclusão e multa previsto pela lei 7853/89. Por esse motivo o Promotor de Justiça da Comarca de Jucurutu, Paulo Ribeiro, instaurou um Procedimento Investigatório Criminal para apurar a denuncia de uma mãe que acusa a diretora de escola pública em negar a matrícula de seu filho na rede regular de ensino.

O procedimento é resultando de um Inquérito Civil  instaurado para apurar a educação inclusiva. De acordo com o Promotor a mãe e a diretora denunciada serão ouvidas para apurar detalhes que determinem se a recusa foi por justa causa ou não.

De acordo com a mãe, a matrícula de seu filho foi recusada sob alegação da falta de preparo do professores para lidar com o caso, já que o menino não consegue sentar-se, não tem coordenação motora e não fala.
 

Compartilhar
Imprimir

Notícias Recentes

Pular para o conteúdo