Home » Notícias » Portal » Portal - Notícias » Não existe nenhum impedimento legal à realização da Marcha da Maconha

Não existe nenhum impedimento legal à realização da Marcha da Maconha

Compartilhar
Imprimir

Mas a Promotora de Justiça esclarece que os flagrantes de apologia ao uso da droga serão coibidos pela Polícia.

Após reunião realizada hoje, 28, com os organizadores da Marcha da Maconha e representantes das Polícias Militar e Civil, a Promotora de Justiça Isabela Lúcio Lima da Silva esclarece que não existem impedimentos legais à manifestação pública pela legalização da droga através da realização de uma marcha.

“Mas uma coisa é defender a legalização da maconha, que significa a livre manifestação de expressão e pensamento, outra bem diferente (e aí sim criminosa) é a apologia e instigação ao uso da droga ilícita”, esclarece a Promotora de Justiça. Ela comenta ainda que a intenção de reunir os organizadores do evento e os representantes das Polícias Militar e Civil teve um caráter de orientação e não de repressão.

Para a Promotora de Justiça o saldo positivo da reunião é que foi possível deixar bem claros os limites legais entre a livre manifestação do pensamento e o crime. Ela ressalta que caso sejam flagrados práticas como consumir, portar ou incitar o uso do entorpecente serão tomadas as providências habituais por parte da polícia. Durante a reunião os organizadores se comprometeram a contribuir para que o evento transcorra sem maiores incidentes, inclusive acionando os policiais caso identifiquem a prática de crimes.

A Marcha da Maconha acontece na próxima sexta-feira, 30, às 16h, na Praça Cívica do Campus Universitário (UFRN).

 

Compartilhar
Imprimir

Notícias Recentes

Pular para o conteúdo