Imprimir 

Segunda edição da exposição do Dano ao Belo foi realizada em dezembro passado
 
 
A 2ª edição  da exposição do Dano ao Belo, promovida pelo Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente (Caop Meio Ambiente), do MPRN,  abordou a situação das nascentes e recursos hídricos do RN. A exposição foi realizada em dezembro passado, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, em Natal, durante as comemorações pelo dia do Ministério Público.
 
Esta edição da exposição do Dano ao Belo é fruto da atuação recomendada pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), para que fossem criados pelos Ministérios Públicos do Brasil, grupos de atuação integrada na defesa dos recursos hídricos, constituídos, preferencialmente, de acordo com a abrangência territorial das bacias hidrográficas, sub-bacias ou corpos hídricos identificados como vulneráveis e/ou prioritários para o abastecimento e equilíbrio hídrico das regiões onde se situam.
 
A partir dessa recomendação, o Caop Meio Ambiente deu início ao Projeto Água Viva, com parceria da Universidade Federal do RN (UFRN), da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), da Universidade do Estado do RN (Uern), da Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do RN (Semarh) e do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN (Idema).
 
O projeto Água Viva busca identificar as nascentes do RN que precisam de recuperação e conservação, sugerindo medidas para alcançar a preservação por meio de parcerias, fornecendo informações técnicas e instrumentos para a atuação ministerial e permitindo a elaboração de mapas de georreferenciamento das nascentes e suas localidades.
 
As fotos da exposição de dezembro de 2018 foram feitas durante as visitas técnicas dentro deste Projeto do MPRN. Além delas, também foram aproveitadas imagens das visitas técnicas no âmbito  dos programas da UFRN – Defeso da Caatinga (política pública para a recuperação do Bioma da Caatinga) e da Semarh – Plantadores de Água Rio Grande do Norte (Projeto de Recuperação das Nascentes do RN), que também funcionam em parceria com o MPRN.
 
Os autores das fotografias são servidores do Caop Meio Ambiente, e dos servidores dos parceiros que participaram das visitas técnicas.
 
Clique aqui e veja o vídeo da exposição.
 
Veja as imagens da mostra: