Imprimir 

Programação será ministrada nos dias 13 e 14 de outubro pela Acalanto Natal
 
 
O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Parnamirim, promove neste sábado (12) e domingo (13) a 5ª Roda de Diálogos sobre Adoção. A programação contará com o Curso de Capacitação para Constituição de Grupo de Apoio à Adoção de Parnamirim, a ser ministrado pela Acalanto Natal. O evento será realizado no auditório das
Promotorias de Justiça de Parnamirim, na Rua Suboficial Farias, nº 1415. 
 
Os interessados em participar não precisam fazer inscrição prévia, basta apenas comparecer ao curso. A programação no sábado (12) será realizada das 8h às 12h e das 14h às 17h e no domingo (13), das 8h às 12h.
 
Segundo a promotora de Justiça Isabelita Garcia, a criação do grupo local de apoio à adoção será um espaço único para lidar com questões que auxiliem na elaboração da impossibilidade de se ter um filho biológico e poder ressignificar conflitos e afetos. “Os participantes terão a oportunidade de trabalhar sentimentos e emoções despertados pelo processo de adoção, além de trocar vivências com outras pessoas que passam pela mesma situação, desmitificando alguns conteúdos, revendo preconceitos, o que contribui para alterar a diferença entre o perfil de crianças que os pretendentes buscam com o perfil de crianças a serem adotadas”, detalha.
 
O tema da adoção envolve campos como psicologia, assistência social e direito, e exige uma intersecção de práticas. “Além de aspectos sociais e políticos ligados à proteção da infância, temos os aspectos emocionais envolvidos na adoção, tanto por parte das crianças que sofrem o acolhimento e depois a destituição do poder familiar, quanto dos candidatos à adoção que são mobilizados por conteúdos e desejos inconscientes, nem sempre fáceis de lidar”, complementa a promotora de Justiça.
 
O preparo dos pretendentes à adoção, proposta pela criação de um grupo, envolve a discussão desses aspectos e a reflexão sobre os preconceitos e as discriminações que permeiam o imaginário social. Por isso, a criação de um espaço grupal que ofereça oportunidades para que os pretendentes reflitam sobre a decisão de adotar, possibilitando que compartilhem dúvidas, medos, ansiedades e descobertas, é fundamental para que a adoção seja bem sucedida.
 
“A possibilidade dos pretendentes serem escutados fora do espaço jurídico faz com que o processo ganhe uma humanização, já que eles se sentem acolhidos em suas questões e encontram apoio do grupo, seja para enfrentar a longa fila de espera pela criança, seja para compartilhar dores da infertilidade ou da impossibilidade de gerar filhos biológicos. Isso tem um efeito terapêutico, na medida em que se sentem amparados para prosseguir com o processo de adoção”, finaliza Isabelita Garcia.
 
Curso de Capacitação para Formação de Grupo de Apoio à Adoção em Parnamirim
Datas: 13 e 14 de outubro de 2019 – sábado e domingo
Local: Auditório da sede das Promotorias de Justiça de Parnamirim – Rua Suboficial Farias, 1415, Centro – Parnamirim/RN
Informações: (84) 99994.6435