Imprimir 

Promotoria de Justiça estipulou prazo de 10 dias úteis para Corpo de Bombeiros e Defesa Civil realizarem vistoria e encaminharem relatório conclusivo
 
 
O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) instaurou inquérito civil para investigar a suposta precariedade de condições estruturais em caixa d'água da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), localizada no centro do município de São José de Mipibu.
 
A atuação da Promotoria de Justiça da cidade foi resultado de reportagens veiculadas na imprensa local, que mostravam fotos e informações evidenciando as possíveis precariedades nas condições estruturais da construção.
 
Na portaria publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), o MPRN determina que sejam oficiados o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil do Estado do Rio Grande do Norte, requisitando a ambos, no prazo de 10 dias úteis, a realização de vistoria na estrutura física da caixa d'água, enviando o relatório conclusivo à Promotoria de Justiça.