Imprimir 

Evento foi realizado em parceria com Ufersa, visando disseminar valores para a vivência de uma cultura de paz


O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio do Núcleo Permanente de Incentivo à Autocomposição (Nupa), participou da 1ª Conferência Mossoroense de Justiça Restaurativa, realizada semana passada no auditório central da Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa).

O secretário executivo do Nupa, Anderson Quirino, compôs a mesa de encerramento da Conferência, na última quinta-feira (8), palestrando sobre o tema “Justiça Restaurativa no Processo Criminal e no âmbito do Ministério Público”, oportunidade em que apresentou as experiências obtidas com a implantação do Núcleo Permanente de Incentivo à Autocomposição no MPRN.

O evento foi uma parceria com a Ufersa firmada através do Núcleo de Justiça Juvenil Restaurativa de Mossoró, realizado entre os dias 6 e 8 de março, alusivo aos 12 anos da Justiça Restaurativa no Brasil e visando disseminar valores para a vivência de uma cultura de paz.

Capacitação

Na sexta-feira (9), o Nupa se fez presente na sede das Promotorias de Justiça de Mossoró realizando o “Curso Básico: Círculos de Diálogo e de Apoio” para integrantes das Promotorias de Justiça da Educação, Infância e Juventude, Pessoas Idosas e com Deficiência, do Núcleo de Apoio Técnico Especializado (Nate) e para representantes da Ufersa.

Os instrutores Anderson Quirino e Iracilde Nascimento trabalharam técnicas da Justiça Restaurativa, que podem ser aplicadas na prevenção de conflitos e em casos em que há necessidades específicas derivadas de violações de direitos.