Imprimir 

Medida tem o propósito de evitar aglomeração de pessoas enquanto durar a pandemia do coronavírus
 
Como resultado da atuação e recomendação expedida pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio da 4ª Promotoria de Justiça de Parnamirim, na última quinta-feira (19), a Prefeitura da cidade publicou o decreto 6.200 nesta sexta-feira (20) suspendendo diversas atividades como forma de evitar aglomeração de pessoas enquanto durar a pandemia do coronavírus. 
 
Todos os eventos com mais de 50 pessoas, públicos ou privados, ainda que autorizados, mesmo os já programados, não poderão ocorrer enquanto perdurar a vigência da declaração de Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional, atendendo, desse modo, às medidas de isolamento social.
 
Para ler a recomendação ministerial na íntegra, clique aqui.
 
Reunião do Comitê de Enfrentamento resulta em medidas para garantir medidas de prevenção e atendimento na saúde do município
 
Também na manhã desta sexta-feira (20), foi realizada uma reunião do Comitê de Enfrentamento ao Covid-19 do município de Parnamirim. O encontro será realizado todas as sextas, com o propósito de tomar ciência da situação epidemiológica e adotar providências preventivas e de enfrentamento ao vírus para garantir a assistência em saúde.
 
Já para os próximos dias, foram definidas diversas medidas relativas ao incremento na estrutura e no atendimento na rede de saúde. Entre elas, estão a instalação de pontos de oxigênio, respiradores e monitores na Maternidade Divino Amor, Unidade Mista Márcio Marinho e UPA, com implementação de leitos de isolamento na Maternidade e abertura de 20 leitos na unidade mista Márcio marinho Em pirangi; contratação emergencial de profissionais de saúde; compra emergencial de Equipamentos de Proteção Individual como máscaras, protetor ocular, capote impermeável e avental; compra emergencial de álcool gel; continuação do atendimento eletivo nos serviços de saúde; limitação de acompanhantes na Maternidade; locação de automóveis para garantir a atuação da vigilância; e melhora na ambiência da UPA.
 
A reunião também definiu as unidades que realizarão coleta de exames para casos suspeitos, conforme protocolo do Ministério da Saúde: Unidade Márcio Marinho; UBS Suzete Cavalcante; UBS Santa Tereza; UBS Passagem de Areia I e UBS de Nova Esperança I. A UBS de Nova Esperança I servirá de apoio para a UPA.