Imprimir 

O evento é mais uma iniciativa dentro do projeto Lixo Negociado para fomentar boas práticas para se fazer compostagem de lixo orgânico
 
 
O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), em parceria com a Escola Agrícola de Jundiaí, está realizando nesta sexta-feira (08) o curso “Gestão de Resíduos Orgânicos para representantes de municípios”. A capacitação ocorre durante todo o dia no setor de compostagem da escola agrícola no campus da UFRN, em Macaíba, e é conduzida pelos facilitadores Gualter Guenther e Ermelinda Maria Mota.
 
O evento é mais uma iniciativa do MPRN dentro do projeto Lixo Negociado. A intenção é fomentar  boas práticas para que os municípios do Estado comecem a fazer compostagem de lixo orgânico, começando pelos restos de merenda escolar, por exemplo. “O que se busca dentro desse projeto é mudar a realidade de se enviar tudo para os aterros, pois deveriam ir apenas os rejeitos” explica Mariana Barbalho, promotora de Justiça e Coordenadora do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente (Caop Meio Ambiente).
 
Para ela, é muito importante a capacitação dos municípios unindo a universidade, o Poder Público e o Ministério Público. “Assim, atuamos não só como agentes de repressão mas de prevenção e educação ambiental, já que a educação ambiental é algo difícil de se concretizar. Mas se começarmos, aos poucos a gente pode mudar a realidade de alguns municípios que fazem a coleta seletiva no nosso Estado”, disse.
 
Ainda de acordo com a Coordenadora do Caop Meio Ambiente, a compostagem é uma prática muito importante para a agricultura familiar inclusive. Para tanto, o MPRN convidou o Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater/RN) para atuar como parceiro, a fim de que possa replicar a prática no interior do Estado.
 
Participam do evento de hoje, representantes dos municípios de Santa Cruz, Cerro Corá, Riacho da Cruz, São Gonçalo do Amarante, Macaíba, Vera Cruz, Bom Jesus, Lagoa Salgada, São Bento do Norte e Lagoa Nova, além de colaboradores da Emater.