Imprimir 

Currais Novos: integração de três sistemas será solução emergencial e provisória de abastecimento

Uma solução emergencial e provisória para o iminente colapso de abastecimento de água em Currais Novos foi discutida em reunião convocada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) com participação do Ministério Público Federal (MPF) – realizada nesta quinta-feira (11), na Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ), em Natal. Houve um consenso entre o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) e a GAID Construções pela incorporação de três sistemas para que o município não fique desabastecido.

"Todos os órgãos presentes e a empresa chegaram ao entendimento para esta medida de caráter provisório, mas emergencial, integrando as adutoras de Serra de Santana, de Caicó e a de Currais Novos", contou a coordenadora do Centro de Apoio Operacional às Promotorias do Meio Ambiente (Caop-MA), Fernanda Guerreiro, enfatizando que a obra da adutora de Currais Novos, de acordo com informações passadas pelo DNOCS na reunião, está a 2% de ser concluída.
    
A GAID, empresa responsável pela construção da mencionada adutora, cientificou que um dos trechos estará apto para operacionalização até a próxima segunda-feira (15). Assim, o DNOCS se comprometeu a informar à Caern a possibilidade de até o dia 19 iniciar os testes no trecho.
    
Após 30 dias do início dos testes, o DNOCS e a GAID deverão informar ao MPF, em reunião agendada para acontecer em Caicó, como está a situação para que a obra seja recebida provisoriamente pelo próprio DNOCS.
    
Além da coordenadora do Caop-MA, representou o MPRN a 1ª promotora de Justiça da Comarca de Currais Novos, Mariana Barbalho, e o MPF, a procuradora da República em Caicó, Maria Clara Brito.
    
Também participaram da reunião na PGJ, o prefeito de Currais Novos, Odon Oliveira, o secretário dos Recursos Hídricos e Meio Ambiente do Estado, Ivan Júnior, o diretor-presidente do Instituto de Gestão das Águas do Estado do RN (Igarn), Josivan Moreno, o diretor-presidente da Caern, Marcelo Toscano, o representante do Instituto de Defesa do Meio Ambiente (Idema), Marcondes Augusto, o representante do DNOCS, George Pontes, o professor João Abner, assessorando o município de Currais Novos, e o representante da empresa GAID Construções, José Aroldo Alves.

Clique aqui para ler a ata da reunião