Imprimir 

1 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO (3º ciclo) 2018-2023

 

1.1 COMISSÃO DE TRABALHO

 
Marcus Aurélio de Freitas Barros
Promotor de Justiçada Comarca de Natal, de 3ª entrância, exercendo as funções de Coordenador do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional
 
Mac Lennon Lira dos Santos Leite
Promotor de Justiça da Comarca de Pau dos Ferros, de 3ª entrância, exercendo a função de Promotor-Corregedor
 
Wilton Alves Pequeno
Gerente de Gestão Estratégica
 
Louiseane Fernandes Feitosa Oliveira
Analista do MPRN
 

1.2 PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

 

1.2.1 Etapas

 
A) Revisão do Planejamento Estratégico 2012-2016
 
A etapa consiste na definição da Missão, Visão e Valores do MPRN, por meio da condução de discussões de avaliação das lições aprendidas e novas perspectivas para o próximo sexênio.
 
A perspectiva de trabalho possibilitará uma nova definição de novos Objetivos, Indicadores e Metas, que serão representadas na etapa B do projeto.
 
B) Definição metodológica para elaboração do Planejamento Estratégico
 

1.2.2 Projetos

 
A etapa propõe um evento de apresentação de metodologia (Método Canvas) para elaboração de projetos com a equipe técnica e relatório com o portfólio de projetos estratégicos definidos e priorizados pelo MPRN, como também, o desenho do Mapa Estratégico.
 
Nesta etapa, será realizada reunião de definição de priorização de objetivos estratégicos e Relatório de proposição de prioridades dos objetivos no quinquênio 2018-2023.
 
C) Preparação e mediação da 1ª reunião de acompanhamento do Planejamento Estratégico (Reunião de Análise Estratégica – RAE)
 
A terceira etapa do projeto de construção do Planejamento Estratégico do MPRN trará a definição da metodologia de condução do processo de gestão e o lançamento do relatório final do trabalho.
 
 

2 NOTÍCIAS

 

PGJ inicia debates para o novo ciclo do planejamento estratégico

 

No dia 18 de outubro de 2017, a Procuradoria-Geral de Justiça realizou a primeira reunião com a equipe que vai elaborar o novo ciclo do planejamento estratégico do Ministério Público do RN.

Na oportunidade foi apresentado um diagnóstico situacionista do ciclo 2012-2017. A partir das análises dos resultados e das reais necessidades da instituição, serão traçadas as perspectivas de trabalho para os próximos meses. O próximo ciclo do planejamento estratégico vai preparar a instituição para o desenvolvimento de projetos e ações que devem ser implementadas entre 2018 a 2023. A previsão é que em abril de 2018 estejam finalizados os trabalhos.

O planejamento estratégico será desenvolvido com a coordenação do professor da Universidade Federal do RN, Manoel Veras. Ele atua no Programa de Pós-Graduação em Administração como com vínculo com a linha de pesquisa Estratégia, Gestão e Tecnologia da Informação.

Além disso, é autor de nove livros na área e participou como consultor de diversos projetos de pesquisa e extensão apoiados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e pelo SEBRAE.

A reunião contou com a participação da Procuradora-Geral de Justiça Adjunta, Elaine Cardoso de Matos Novais Teixeira, do Chefe de Gabinete, Carlos Henrique Rodrigues da Silva, do Coordenador Jurídico Administrativo, Oscar Hugo de Souza Ramos, do Diretor-Geral, Jean Marcel Cunto Lima, e da equipe da Diretoria de Planejamento e Gestão Estratégica.

 

 

Gestores definem novos objetivos para a instituição

 

A Diretoria de Planejamento e Gestão Estratégica deu início às discussões para definir os novos objetivos para o ciclo 2018-2023 do planejamento estratégico do Ministério Público do RN.

A equipe de consultores reuniu gestores de diversas áreas administrativas para pensarem os rumos que o Ministério Público pretende tomar para os próximos seis anos. A metodologia de trabalho dividiu os participantes por áreas afins para que, em grupos distintos, debatessem os objetivos, metas e indicadores que vão compor o planejamento estratégico. A mesma metodologia será aplicada com os membros para definição de objetivos da área-fim do MPRN.